Programação

10:00 – Abertura: Corpo de Mulher, uma experiência de vida

Esse corpo que amamos e rejeitamos, fonte de dor e prazer. Esse corpo que nos sinaliza quando nos desequilibramos, que adoece e se cura, curando nossa alma. Esse corpo que transcendemos e que vai além do corpo físico. Esse corpo emocional, espiritual. Esse corpo que nos acompanha por toda a vida e nos permite a experiência, enfim, de ser mulher.

Como você se relaciona com teu corpo?
Ele é fonte de prazer? Ele é criticado? Ele é aceito?
E os outros corpos? emocional, vital, mental, sutil ….

Facilitadoras: Tássia e Soledad

Duração: 2 horas

14:00 – Autoestima e Valorização Pessoal

Autoestima é a base para a felicidade

Você está à vontade consigo mesma?
Conhece os sabotadores da auto estima?
Sabe neutralizá-los?

Saiba o que realmente influencia sua autoestima e como lidar com isso.

Nesta oficina vamos falar de autoestima, base para o sucesso na vida pessoal, na vida profissional e base para o sucesso nos relacionamentos.
Vamos abordar a construção da autoestima sob a perspectiva da inteligência emocional, falar sobre os sabotadores inconscientes de nossa autoestima e como lidar com isso.

Tópicos que abordaremos:

– O que é autoestima
– Os segredos do autoamor
– O que influencia nossa autoestima
– Autoestima e prosperidade
– Autovalorização

Vamos fazer exercícios poderosos e uma meditação muito especial. Tenha papel e lápis à mão.

Facilitadora: Eulália Oliveira

Duração: 2 horas

 

17:00 – Corpo, uma arma de luta

Criticado e reprimido, mas também uma poderosa arma de luta

Desde o início das lutas pelos direitos da mulher no século XX, seu corpo tem estado no centro desta luta. Tem sido fonte de libertação e de poder, mas também objeto de exploração, crítica, repressão e chacota.
Um dos maiores marcos da libertação da mulher no século vinte foi a liberdade de decidir sobre a maternidade. Os métodos anticonceptivos permitiram que as mulheres decidissem quando, quantos e se queriam ter filhos.

No século vinte as mulheres conseguiram quebrar o telhado de cristal e chegaram a ser presidentas, parlamentares, líderes empresariais e ativistas. O corpo continuou sendo fonte de repressão ou liberação nessas conquistas. Michelle Bachelet, a primeira presidenta do Chile, teve que suportar críticas por ser “gorda”, por seu guarda roupa ou por usar a sua “intuição” na hora de governar. Jamais a imagem de um presidente ocupou tantas manchetes de jornais.

Por outro lado, em 2013, milhares de mulheres se manifestaram pelos direitos da mulher com seus corpos nus, pintados, em Copacabana, na chamada “Marcha de las Golfas” e vimos em 2019 o êxito das manifestações massivas, com milhares de mulheres em dezenas de países, encenando a coreografia “Um estuprador em teu caminho”, do grupo chileno LasTesis, para denunciar o estupro e o feminicídio.

Nesta oficina vamos:
Explorar como o corpo tem sido figura e fundo nos direitos da mulher.
Analisar seus principais marcos e como tem afetado o movimento feminista.
De maneira prática, nos reunir em grupo para analisar como temos vivido essa dualidade em nossas vidas.
Reconhecer quando nosso corpo é uma ferramenta de poder e quando é fonte de repressão e crítica.
Juntas encontrar respostas a como olhar nosso corpo como um aliado em nosso caminho de empoderamento.

Facilitadora: Cecilia Valdés

Duração: 2 horas

09:00 – Meu Corpo e Suas Memórias

Vivências sistêmicas para a cura das dores e sofrimentos da linhagem materna

Nesta oficina, através do campo morfogênico, onde tudo está conectado, vamos acessar as memórias do nosso corpo feminino. Estas memórias são energéticas, e estão tanto no campo familiar como no campo coletivo.

Nosso foco será nas emoções e sentimentos inconscientes, que vem passando de gerações em gerações na nossa linhagem feminina, que se expressam através da nossa mãe. Mesmo que a mãe seja falecida, estas memórias se perpetuam em nós, já que nosso corpo, é fruto do corpo de nossa mãe.

Herdamos geneticamente a cor dos olhos, cor da pele, biótipo, … Mas também herdamos da ancestralidade as suas memórias energéticas. Estas são as causas de muitas dores e sofrimentos. Elas permeiam os corpos sutis, no mental e emocional, e muitas vezes se manifestam no nosso corpo físico.

Através de Vivências Sistêmicas, vamos trazer a luz do nosso olhar e a nossa consciência para cura, tanto para nós, nossa linhagem sistêmica feminina, como para o campo feminino coletivo da humanidade.

Facilitadora: Adriana Casonato Portugal

Duração: 2 horas

15:00 – Contoterapia: Pele

O retorno ao lar

Você já passou ou está passando por grandes dores?

Já se sentiu paralisada no lugar da dor, sem horizonte, sem acreditar que poderia ser diferente?

Já se sentiu longe de casa?

Conhece a força dos contos e dos exercícios sistêmicos?

Neste encontro você:

  • Será convidada a vivenciar o conto Pele de Foca, mergulhando nele através da oralidade.
  • Poderá se identificar com situações, elementos e personagens que possibilitam a ressignificação de sua trajetória de vida.
  • Terá o apoio e elementos para ir em direção da sua realização pessoal e ao desenvolvimento do Self (eu verdadeiro)

Pele de foca é um conto do clássico Mulheres que correm com os lobos que nos revela a trajetória de muitas mulheres, que se sentem paralisadas após um acontecimento doloroso e nos mostra como é possível prosseguir na caminhada e resgatar o propósito de nossa Alma, chamada de lar pela psicanalista junguiana Clarissa P. Estés.

Nesta oficina serão utilizados recursos de contação de história, pintura e desenho com enfoque terapêutico e exercícios sistêmicos de Constelação Familiar, em consonância com as questões que surgirem para oferecer uma visão mais ampliada de conexão com o Todo. Não precisa ter nenhuma habilidade especial com o desenho, apenas papel e lápis colorido à mão.

Facilitadora: Claudia Araujo

Duração: 2 horas

18:30 – Auto cuidado energético

Autonomia para cuidar dos seus corpos sutis

Esta oficina terá conteúdo teórico e prático para quem quer ter autonomia nos seus processos de cuidado, limpeza e manutenção energética dos corpos sutis

Você conhece seu campo energético? Conhece seus chakras?
Você sabe como os campos energéticos te impactam?
Você já se sentiu sugada energeticamente? e atacada?
Tuas noites são tranquilas? Acorda descansada?
Você sabe cuidar do teu campo energético ou sempre depende de alguém?

Nessa oficina você vai aprender:
Sobre seus corpos sutis
Sobre bioenergia
Duas ferramentas poderosas e efetivas para cuidar dos seus corpos sutis e se tornar responsável e autônoma no cuidado do seu campo energético

Facilitadora: Anita Gomes

Duração: 2 horas